quarta-feira, outubro 29, 2014


Quarta-Decor: Natal com princesas da Disney

6


Para além do tradicional Papai Noel, sinos e a planta bico-de-papagaio, as decorações natalinas têm expandido o seu mercado aos ornamentos e objetos específicos e temáticos. A criatividade é democrática: vai de laços, doces e ursinhos até... Os contos de fada da Disney!
A Branca de Neve, Bela Adormecida, Cinderela - e outras clássicas princesas da Disney - ganham destaque em uma das opções de decoração de árvore de Natal na loja especializada em decoração natalina, Thematic Store, localizada no Galleria Shopping em Campinas. Os ornamentos são de resina, com alguns modelos - cujos vestidos das personagens são - em tecido.
Para complementar o topo e o restante da árvore, foram utilizadas bolas ornamentais e arranjos de laços com flores nas cores predominantes dos vestidos das princesas: azul e cor-de-rosa. A mistura de elementos mais tradicionais com as personagens renderam uma composição alegre e inovadora. ♥ 
*Este post não é patrocinado*

Thematic Store — artigos natalinos
Endereço: Galleria Shoping — Rodovia D. Pedro I, Km 131,5
Jardim Nilópolis, Campinas (São Paulo)
Site | Facebook | pedidos@thematicstore.com.br

Vocês já pensaram em compor uma decoração natalina criativa?

Melodia era o que parecia estar me cercando agora. Como se eu estivesse dentro de um daqueles filmes da Disney em que os personagens estão sempre felizes e cantam o tempo todo. (Paula Pimenta, trecho do livro ‘Princesa Adormecida’, página 84)

terça-feira, outubro 28, 2014


Cozinha saudável | Bolos e pão de queijo

2


Ainda que as horas na academia, na dança, corrida, caminha ou CrossFit ajudem (e muito!), a alimentação tem seu papel fundamental na manutenção da saúde e na disposição física. Para driblar a vontade de comer algumas coisinhas quase irresistíveis, há a opção de optar por trocas inteligentes de ingredientes das receitas tradicionais. Separei hoje, para vocês, três receitas gostosas em versões mais leves (que eu e minha mãe costumamos fazer em casa - thanks, mamis!).


Bolo de cenoura sem glúten e sem lactose [via Tudo gostoso]  

Ingredientes
• 3 xícaras de farinha de arroz ou de mistura para bolos sem glúten (pode misturar as duas se quiser)
• 2 xícaras de açúcar
• 1 xícara de óleo
• 3 ovos
• 3 cenouras médias
• 1 pitada de sal
• 1 colher de sopa de fermento em pó

Modo de preparo
Bata no liquidificador o açúcar, o óleo, os ovos e as cenouras picadas ou raladas. Coloque a farinha de arroz (ou a mistura para bolos sem glúten e sem lactose) em uma vasilha com a pitada de sal. Em seguida, coloque o creme que foi batido no liquidificador por cima da farinha e misture com uma colher até que a massa fique homogênea, acrescentando, por último, o fermento. Coloque a mistura em uma forma média retangular ou de furo no meio, untada com óleo e polvilhada com um pouco da farinha usada na receita (ou opte pelas forminhas de silicone, mais práticas♥). Leve ao forno preaquecido a 180ºC por 30 minutos, em média. Dica: sirva com geleias sem açúcar.


Bolo de banana sem farinha e sem açúcar [via Panelaterapia

Ingredientes
• 2 bananas nanicas (elas devem estar bem maduras mesmo, quase 'passadas')
• 1/2 xícara de uvas passas pretas
• 2 ovos pequenos
• 1/4 xícara de óleo
• 1 xícara de aveia (tanto faz flocos finos ou grossos)
• 1 colher (sopa) de fermento em pó
* A xícara medidora tem 220ml

Modo de preparo
Bata tudo no liquidificador (deixando o fermento por último). Leve ao forno preaquecido a 200ºC por 35 minutos, em média. Dicas: quanto mais madura a banana, mais doce a receita; O bolo sai do forno bem crescido e depois murcha um pouco, é normal; Na hora de servir, polvilhe canela ou mel.


Tapioqueijo [via Viver sem Trigo

Ingredientes
• 2 colheres de sopa de goma de tapioca
• 4 colheres de sopa de polvilho azedo
• 2 colheres de sopa de polvilho doce
• 1 ovo
• 2 colheres de sopa de azeite
• 1 1/2 colher de sopa de sal
• 1 colher de sopa de creme de ricota (para intolerantes, optem por mandiokejo pronto ou tofupiry)
• Chia a gosto
• 2 colheres de sopa de água quente.
* As colheres de sopa dessa medida são bem cheias (o dobro da medida padrão)

Modo de preparo
Misture bem os ingredientes (comece com um garfo e, depois, mãos na massa!), sovando bem a massa até desgrudar das mãos. Se necessário, use só um pouquinho de polvilho doce a mais. Faça as bolinhas (eu uso as forminhas de silicone) e leve ao forno pré-aquecido a 180ºC por 30 minutos.


♥♥♥


Vocês procuram ou costumam fazer ‘receitas alternativas’? Qual delas gostariam de provar?

(...) encontrar cogumelos, colher mirtilos silvestres, catar conchas numa praia de águas cristalinas, contemplar a sua cozinha, quarto ou escritórios reformados, revirar na boca palavras esquisitas (esgrouviado, antífona, mitridatismo, estrôncio, hápax...). (Françoise Héritier, trecho do livro ‘O Sal da Vida’, página 31)

segunda-feira, outubro 27, 2014


Outubro | O que você anda lendo?

5


Leituras reflexivas, romances e títulos de séries fizeram parte da nossa rede de leitores que postaram as suas indicações no instagram, marcando a hashtag #LeituraJC durante este mês. ‘Se eu ficar’ e a trilogia ‘A seleção’ apareceram mais de uma vez entre as escolhas de outubro. E você, o que andou lendo?








O que a blogueira anda lendo?



Vocês já ouviram falar em ‘O fim da vida’? Qual indicação deste post gostariam de ler?

O problema era a incerteza. O que era isso, exatamente? Um encontro? Um presente de amigo? Um ato de caridade? Eu não gostava de me sentir insegura em relação a uma situação nova. Era por isso que eu ensaiava tanto, para poder pisar em terreno firme e lidar com os detalhes a partir disso. (Gayle Forman, trecho do livro ‘Se eu ficar’, página 33)

domingo, outubro 26, 2014


Resumo + Instagram da Semana

1

Alguns serviços (independente do ramo) - da administração ao atendimento - optam por uma série de regras, fatores e procedimentos que os... Complicam. A gente, é claro, reclama (internamente ou não). Na última semana, enquanto refletia sobre isso, pensei em tudo o que podemos fazer para tentar nos sentir melhor com relação a desgastes assim. Apesar da ineficiência, do estresse e da perda de tempo desses serviços, a melhor resposta que achei para o problema é tentar ser uma facilitadora. É provável que muita coisa não esteja ao meu alcance, mas, aquela parcela de atitudes que estiverem, por que não tentar ser mais disposta? ‘Se eu não posso ajudar com isso, no que eu poderia ser útil?’, poderíamos simplesmente dizer. Vocês têm sido ‘agentes facilitadores’ nos grupos (escola, trabalho, clube) os quais estão inseridos? Vamos acompanhar o que passou por aqui nos últimos dias...


Instagram da Semana @blogjustcarol
Corrida Laço Rosa! * Desenhando * Muito amor por cookies

Look do fds * Bolinhos de cenoura sem lactose, nem glúten, com geleia sem açúcar * Martha Medeiros♥

Rabisco! * Poema de primavera * Leituras para o fim de semana!


Música da semana

sábado, outubro 25, 2014


Pensamento do Dia | Eleições

1


[vamos descontrair um pouquinho?]


Containers estão em alta. Sim. Eles são um dos destaques na edição deste ano da mostra de decoração Casa Cor em Campinas. Tive uma ideia. Colocamos containers espalhados por bairros pelas cidades de todo o Brasil. A decoração fica a critério dos ‘moradores’ – porque, nesta ideia, faríamos pequenas comunidades dentro dessas caixas – que, certamente, não estenderiam a sua criatividade a escolha clara entre tucano e estrela.

Colocaríamos, portanto, tudo o que fosse permitido: adesivos em tamanhos duvidosamente grandes, pôster e banners: ‘SOMOS X’; ‘SOMOS Y’. Usaríamos camisetas da Dilma e pijamas vermelhos com estrela branca todas as noites ou amarraríamos bandanas na cabeça (daquelas apenas usáveis em shows ‘e olhe lá’) ‘Aqui é 45’ cantando ‘Agora é Aécio’ em ritmo de Ivete Sangalo. Esqueça dragões e borboletinhas. Faríamos tatuagens com o rosto do candidato nas costas, no pescoço, na costela ou testa (por que não?). Acreditaríamos na ‘mudança’ gigantesca do candidato escolhido, gastando horas inacabáveis de conversas que pouco têm a dizer.

Eu tenho uma solução para acabar com o desrespeito, os debates políticos entre colegas que finalizam discussões em socos e as confusões desmedidas em uma campanha política que tornou-se a-minha-opinião-é-a-correta, desestimulando um real interesse entre medidas e planos de governo: colocamos todas ‘as Dilmas’ e todos ‘os Aécios’ separados por containers, que serão pequenas comunidades espalhadas pela cidade (com decoração pintada a mão pelo Romero Britto em versões diferentes para ‘Dilma’ e ‘Aécio’). Tios, colegas, amigos e namoradas ficarão juntos ou separados de acordo com o voto. Eu tenho uma solução: cada um com seu partido político no seu quadrado. Ou, container. Vamos tentar? (Carolina Barboza / Just Carol)

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...